Modelos estampados fazem bonito em cozinhas, varandas e banheiro. Daniele Okuhara e Beatriz Ottaiano, da Doob Arquitetura, ensinam como apostar nessa tendência sem errar

Doob

Os azulejos estampados compõem com os demais acabamentos da varanda e o azul predomina no azulejo que reveste o balcão da cozinha americana

Não há como negar, as cerâmicas estampadas roubam a cena em qualquer ambiente. Afinal, além de fáceis de limpar, ainda dispõem de diferentes desenhos e cores, combinando com vários estilos de projetos. Para quem tem vontade de apostar no revestimento, mas ainda tem dúvidas em como usá-lo, as arquitetas Daniele Okuhara e Beatriz Ottaiano, da Doob Arquitetura, comentam sobre esse material tão queridinho do momento.

Composição de acabamentos – A primeira dica tem a ver com a parede que receberá os azulejos. “Costumamos usá-los de maneira ponderada em uma parede focal. Também costumamos revestir um frontão de cozinha, por exemplo, que é uma área limitada entre os armários e a parte inferior da bancada. Por ser estampado, evitamos aplicar numa área grande, já que é difícil trocar caso fique cansativo”, conta Daniele, que revela um o pulo do gato para acertar na aplicação do revestimento: “O segredo é dosar a quantidade de informação, como tons e estampas, e tamanho da superfície. Em banheiros, dá para ousar mais, já que você passa menos tempo do que em ambientes, como varandas e cozinhas”.

Cores e estampas em evidência – O próximo passo é escolher o desenho do revestimento, permitindo misturar padrões e até mesmo criar um patchwork de modelos. Para não errar, fique atento a algumas dicas. “É preciso ter cuidado para que exista harmonia entre as estampas. Se vamos usar formas geométricas, vale continuar com essa linha nos demais modelos. Outra maneira é adotar a mesma paleta de cores na composição e, dessa maneira, fica difícil errar”, comenta Beatriz.

Sobraram azulejos na obra ou quer decorar uma área da casa? Transforme o revestimento em algo utilitário para o ambiente. “Você pode criar um quadro decorativo, uma bandeja ou até um tampo de mesa. Como a peça é fina, fica fácil aplicá-la sobre uma placa de MDF com cola branca e emoldurar. Se tiver uma quantidade menor, é possível fazer um descanso de panela, usando um feltro na base”, conta Beatriz.

Porém, existe uma restrição quanto ao uso dos azulejos. “Eles devem revestir apenas as paredes. Se quiser usar cerâmicas estampadas no piso, vale consultar as opções que resistem ao local e consultar a especificação do material”, encerra Daniele.

Contato:
doob arquitetura
(11) 2528-2258
http://www.doobarquitetura.com/